INGREDIENTE

Argila Rosa

As argilas são materiais terrosos resultantes da fragmentação de minerais e rochas, como feldspato, mica, granito e basalto. São constituídas basicamente de silicato de alumínio hidratado e minerais como ferro, magnésio, sódio, entre outros. Apresentam colorações diversas, que dependem das características climáticas e ambientais. São valorizadas desde a antiguidade para propósitos religiosos, artísticos, cosméticos e terapêuticos. Além disso, são também usadas na confecção de velas, cerâmicas, abrasivos, isolantes elétricos, defensivos agrícolas e lubrificantes. Na Roma Antiga era ainda empregada para remover manchas de gordura das roupas. Na medicina popular, a argila é amplamente utilizada em casos de contusões, doenças inflamatórias, dores musculares e articulares, tratamento de ferimentos, quadros de estresse e doenças cardiovasculares, gastrointestinais e respiratórias. Relatos históricos indicam que a utilização da argila para fins estéticos é praticada desde a antiguidade. Os gregos e egípcios a aplicavam para a limpeza da pele. Já Cleópatra utilizava máscaras de argila para conservar e destacar a pele do rosto. Pompeia, esposa de Nero, desenvolveu a máscara facial de argila para conservar a pele contra a ação do sol e das agressões diárias. As argilas agem através de trocas iônicas com a pele, estimulando a microcirculação cutânea, promovendo renovação celular, regulando a secreção sebácea, ativando a circulação sanguínea e linfática, além de apresentarem ação remineralizante, hidratante, nutritiva, revitalizante, anti-inflamatória, antibacteriana, antioxidante, detoxificante e cicatrizante. A argila rosa é uma mistura da argila branca com a argila vermelha, com composição rica em minerais como cobre, ferro e sódio. O cobre tem efeito antioxidante, anti-inflamatório, clareador de manchas e de estímulo do colágeno. Já o ferro produz energia para as células, é hidratante e antioxidante. O sódio, por sua vez, em conjunto com o potássio, mantém a hidratação da pele e a harmonia iônica das células cutâneas.

NOME CIENTÍFICO:​
inci:
Kaolin, Argilla, Bentonite
propriedades e indicações:

Ação antioxidante, antisséptica, adstringente, relaxante, cicatrizante, calmante e detoxificante. Esfolia a pele gentilmente, devolvendo sua luminosidade natural, aumentando a circulação, absorvendo toxinas, hidratando e combatendo os radicais livres, além de ter efeito tensor da pele. É uma argila muito suave e recomendada para peles envelhecidas, desidratadas e sensíveis, especialmente as com rosácea e vasinhos aparentes. Também é indicada como coadjuvante no tratamento de edema (inchaço), gordura localizada e celulite.

contra-indicações:

O uso da argila rosa não possui contraindicações, entretanto aconselha-se moderação. Como tem efeito esfoliante, pode causar inflamações e manchas na pele quando usada em excesso.

danos ambientais:
ONDE É ENCONTRADO:

Maquiagens, hidratantes, séruns, máscaras faciais, shampoos, condicionadores, máscaras capilares, protetores solares, esfoliantes, desodorantes, sais de banho, sabonetes, cremes dentais, produtos para estilização capilar, tinturas de cabelo, esmaltes, lip balms, cosméticos infantis, produtos para o cuidado da barba, óleos corporais, cremes depilatórios

fontes:

CHURA, Sofia Santos Donaire et al. Formulation Development and Characterization of Face Masks Containing Natural Pink Clay. Ensaios e Ciência C Biológicas Agrárias e da Saúde, [S.L.], v. 26, n. 1, p. 135-140, 30 mar. 2022. Disponível em: http://dx.doi.org/10.17921/1415-6938.2022v26n1p135-140. Acesso em: 01 jun. 2022.

ENVIRONMENTAL WORKING GROUP. Bentonite. Disponível em: https://www.ewg.org/skindeep/ingredients/700671-BENTONITE/. Acesso em: 01 jun. 2022.

ENVIRONMENTAL WORKING GROUP. Kaolin. Disponível em: https://www.ewg.org/skindeep/ingredients/703305-KAOLIN-KAOLIN/. Acesso em: 01 jun. 2022.

GOMES, Rosaline Kelly; DAMAZIO, Marlene Gabriel. Cosmetologia: descom-
plicando os princípios ativos. São Paulo: Lmp, 2009."

MEDEIRO, Sandra; LANZA, Marcos. Modo de ação das argilas na pele, quando aplicadas em tratamentos estéticos. Disponível em: http://revista.universo.edu.br/index.php?journal=1reta2&page=article&op=view&path%5B%5D=1352&path%5B%5D=994. Acesso em: 01 jun. 2022.

MORAES, Jemima Daniela Dias et al. Clay minerals: properties and applications to dermocosmetic products and perspectives of natural raw materials for therapeutic purposes - a review. International Journal Of Pharmaceutics, [S.L.], v. 534, n. 1-2, p. 213-219, dez. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.ijpharm.2017.10.031. Acesso em: 01 jun. 2022.

MOSER, Ivone. Cosmetologia: como eu faço. Curitiba: [S.N.], 2019. 2 v.

MPUCHANE, Sisai F. et al. Microbiological characterisation of southern African medicinal and cosmetic clays. International Journal Of Environmental Health Research, [S.L.], v. 20, n. 1, p. 27-41, 25 jan. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/09603120903254025. Acesso em: 01 jun. 2022.

RYTWO, Giora. Clay Minerals as an Ancient Nanotechnology: historical uses of clay organic interactions, and future possible perspectives. [S.L.], p. 15-17, 2008. Disponível em: http://dx.doi.org/10.13140/2.1.4481.0884. Acesso em: 01 jun. 2022.

SILVEIRA, Cristini Martins da. Efeitos da argila nas disfunções dermatológicas e estéticas. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/17844. Acesso em: 01 jun. 2022.

TERRAMATER. Sparclay SOR - Rosa. Disponível em: https://terramater.ind.br/produto/sparclay-sor-rosa.html. Acesso em: 01 jun. 2022.

TOYOKI, Bruna Kaori; OLIVEIRA, Ana Caroline Teixeira de. Argiloterapia: levantamento dos constituintes e utilização dos diferentes tipos de argila. 2015. 27 f. TCC (Graduação) - Curso de Estética e Cosmetologia, Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas, São Paulo, 2015. Disponível em: https://belezain.com.br/adm/uploads/argilok144.pdf. Acesso em: 01 jun. 2022.

TRUPPEL, Amanda; MARAFON, Hellen Camila; VALENTE, Caroline. Argiloterapia: uma revisão de literatura sobre os constituintes e utilizações dos diferentes tipos de argila. Revista Faz Ciência, [S.L.], v. 22, n. 36, p. 143, 16 dez. 2020. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/fazciencia/article/view/24828/16655. Acesso em: 01 jun. 2022.

TULIPIA. Argila rosa. Disponível em: https://tulipia.com.br/principios-ativos-cosmeticos/argila-rosa. Acesso em: 01 jun. 2022.

VELASCO, Maria Valéria R. et al. Characterization and Short-Term clinical study of clay facial mask. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, [S.L.], v. 37, 2016. Disponível em: http://rcfba.fcfar.unesp.br/index.php/ojs/article/view/7/6. Acesso em: 01 jun. 2022.

VISHWA AROMA. Argila rosa. Disponível em: https://app.vishwaaroma.com/argila-rosa.html. Acesso em: 01 jun. 2022.

ZAGUE, Vivian et al. Argilas: natureza nas máscaras faciais. Cosmetics & Toiletries, [S.L.], v. 19, p. 64-66, 2007. Disponível em: https://xdocs.com.br/doc/argilas-natureza-nas-mascaras-faciais-j9874l59y08z. Acesso em: 01 jun. 2022.

Compartilhe

Entre em contato com o 13:20:HUB

Inscreva-se e receba novidades!